janeiro 19, 2011

Fragmento


No limite dos meus dedos ferve
este querer
o querer-te aqui tanto
de braços estendidos às horas que foram

abandona-me a madrugada
dia após dia
e o que sobra é teu

a mim
basta-me o beijo que demora o amanhã
se desfaz aroma e se cola ao corpo

a mim, a este querer basta
seres pedaço da minha pele


Vera Carvalho

13 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

a mim, a este querer basta
seres pedaço da minha pele

O amor sem condições...de corpo inteiro...adorei.

Beijinhos
Sonhadora

tecas disse...

Excelente o teu « Fragmento», Verinha.
« a mim, a este querer basta
seres pedaço da minha pele ».
Amar sem condições...sem nada pedir. Lindo
Bjito amigo

A.S. disse...

Belo! Intenso! Sensual!...
As palavras são doces caricias...


Beijos!
AL

Mel de Carvalho disse...

Há quanto tempo aqui não vinha, querida Vera.
E quanto gosto de te ler.
Beijo com carinho
Mel

Daniel Aladiah disse...

Querida Vera
Versos que tudo dizem...
Um beijo
Daniel

Jose_Kunita disse...

HOLA, BELHEZA..ESTOU MIRANDO SEU BLOG..INVITO A VOçE A Q' ME VISITE EM "VERSOS NEGROS" CREO Q' GOSTARÁ..SIGO MIRANDO..LUEGO TE CUENTO..
BEIJO ;)

A. Jorge disse...

Olá!
Espero que ainda te lembres de mim. Interrompi a minha ausência de dois anos e cá estou eu de novo. Convido-te a visitares o meu novo espaço - http://escarniosmaldizeres.blogspot.com/ . É muito diferente do "Vagabundices" - http://vaggabundices.blogspot.com/ . Espero que gostes.

Beijos

Jorge

Charlie disse...

Olá querida.
Que bom deixar-me levar pelos ventos do deserto, alma feita pó e nada e renascer já seiva de palavras nos versos em flor que emanas do teu peito.~

belo, intenso como sempre, amiga...
beijinho, e obrigado pela visitinha

Jorge Bicho disse...

e os meus olhos brilham e humedecem ao ler-te. magoas de tão bela e brilhante. a tua poesia é linda e bela. obrigado Vera

Daniel Aladiah disse...

Querida Vera
Desejo-te um ano novo muito feliz!
Saudades...
Beijo
Daniel

Nilson Barcelli disse...

Nunca mais voltaste...
Espero que estejas bem.
Vera, querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.

Jorge Bicho disse...

é tão bom percorrer este teu salão. cada frase, cada verso, tem um perfume único e sabe a tudo. Imagino cada onda chegando a esta areia solúvel, cada grão feito de um ADN comum, este amor pelas palavras, lindas, eternas, que só tu sabes desenhar tão bem.

Juvenal disse...


A emoção tornada palavra.Um verdadeiro poema,pela elevação indelével dos sentidos.
Muito bom.

Juvenal Nunes