novembro 15, 2006

Quero a simplicidade

















Quero
A simplicidade da vida.
Quero
Indagar sobre as estrelas que perduram no céu,
Aspirar a brisa do mar, das montanhas,
Afundar-me nas chuvas e seguir o percurso do rio.
Quero
Ver o poente lá longe e acreditar que a aurora trará um novo amanhecer.
Quero
Contar as pedras da calçada que piso, fazer delas anémonas e pular.
Quero
Que as marcas do tempo se fixem em meu rosto, que se abram fendas e brotem esperança.
Quero
Apenas a delícia de poder sentir as coisas mais simples da vida.


-----V.C.-----